Top
Dondeando Por Londres / Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes (FAQ)

 

Para deixar a minha forma de trabalho ainda mais clara e transparente, reuni aqui um pequeno FAQ, uma lista de respostas para as principais dúvidas sobre nossos tours, serviços e qualquer coisa relacionada a nosso trabalho.

Procure sua pergunta, ela deve estar listada aí – e se não encontrar, por favor me mande uma mensagem através de contato@dondeandoporlondres.com.br e vou respondê-la assim que possível! 🙂


Sobre a guia:

 

Quem é Clarissa Donda?

Sou eu, a guia que vos fala! E você pode saber mais de mim aqui!

 

Qual a vantagem de ter um guia credenciado?

Guias credenciados possuem, como o nome diz, credenciais ou permissões para guiar em locais oficiais. Para obter essas certificações, na maioria dos casos, os profissionais passam por uma série de cursos de capacitação e treinamento em vários aspectos – veja a próxima pergunta abaixo, em que explico como funciona particularmente a qualificação Blue Badge, a mais alta da Inglaterra e a que eu obtive.

Mas basicamente isso significa que:

  • Seu tour vai ter muito mais conhecimento, e seu guia pode ir mais a fundo em qualquer dúvida que você tiver;
  • Você está contratando um profissional capacitado, que paga taxas de certificação, e pode te guiar legalmente naquela atração;
  • Guias certificados em geral são os contratados por agências internacionais. Isso significa que nós, além de trabalhar para você, também trabalhamos com pessoas e grupos do mundo todo, com personalidades e costumes distintos. Isso nos dá uma experiência enorme em termos de lidar com contratempos, logística e expertise, e se reflete na forma como vamos oferecer o serviço para você.

 

O que é um guia Blue Badge?

Blue Badge é uma certificação do Reino Unido para guias turísticos, e é a mais alta e reconhecida no país. Tipo um chef com diploma do Cordon Bleu, mas para turismo, sabe? 🙂

Para obter essa certificação, o guia precisa passar por um treinamento intensivo que demora mais ou menos 18 meses, onde ele é ensinado a fundo tudo sobre História, Arquitetura, sistema legal, História da Medicina, Economia, Agricultura, Tecnologia, Arte, Literatura, Teatro, entre uma série de outros tópicos referentes à tudo que envolve a história da Inglaterra. 

A gente estuda demais, demais, demais!

Mas não é só o teórico: a gente aprende também a melhor forma de “entregar” esse conteúdo tudo, mas “sem perder a ternura” – ou seja, mantendo o nosso jeito. É um dos treinamentos mais profissionalizantes para guias de turismo que há no mundo. Temos aulas também de acessibilidade (em que andamos com uma cadeira de rodas para sentir na prática a cidade sob o ponto de vista dos cadeirantes, por exemplo), e de como tornar nosso trabalho o mais encantador e acessível em termos de conhecimento para todos. 

Por isso é que apenas os guias que tem essa qualificação Blue Badge têm permissão de guiar em locais oficiais (e “reais”, no sentido de serem relacionados à Coroa) no Reino Unido, como o Castelo de Windsor, o Buckingham Palace, a Torre de Londres, Abadia de Westminster, entre muitos outros.

E posso garantir a vocês: o nível do tour que vocês vão fazer será de outro mundo! 🙂

 


Sobre tours customizados:

 

Como são os tours para crianças?

Eu trabalho fazendo tours privados aqui em Londres, e tenho me especializado particularmente em tours com famílias e com crianças. E quando eu digo crianças, não me refiro apenas a tours em que hajam atrações infantis para elas (embora isso seja pensado também). Mas sobretudo toda a estrutura e roteiro do tour, bem como a forma com que as histórias são contadas, são pensadas nos pequenos (mas sem deixar ficar “chato”, de modo que os pais aproveitam bastante e aprendem também!).

Para fazer isso eu lanço mão de recursos bem lúdicos, como brinquedinhos, mapas, bonecos, cenas de filmes… E vou contextualizando e contando histórias para elas, apresentando Londres de uma forma bacana, lúdica e divertida (e educativa também… por exemplo, já atendi famílias com adolescentes em período escolar, mas também crianças de 4 anos…). E assim, consigo explicar para ela temas “cabeludos” e adultos, como mercado financeiro, reis e rainhas, guerras, castelos medievais, pinturas clássicas, museus… Eu explico um pouco da metodologia aqui.

Se quiser saber mais, aqui tem um link do TripAdvisor com depoimentos de famílias contando como foi! 🙂

A questão logística também é toda pensada nos pequenos: paradas estratégicas para lanches e descanso (se necessário e de acordo com o ritmo da família), locais kids-friendly para comer, entre outros. Esta é a essência do serviço que fazemos: ser super adaptado e divertido para todo mundo na família!

 


Sobre o que está incluído em todos os tours:

 

O que está incluído em todos os tours:

  • Eu vou sempre buscar de devolver no hotel (ou em algum ponto da cidade que vocês queiram!)
  • Todos estes tours são adaptados para os seus públicos. Por exemplo, no caso dos tours infantis, eu vou contando histórias, mostrando filmes…É algo meio aula, meio passeio, meio contação de histórias, meio viagem no tempo, tudo junto – explico como acontece aqui!
  • Assistência para dúvidas: ajudo com dúvidas referentes a quais ingressos comprar, orientações, etc.
  • Um roteiro otimizado para aquele dia para aproveitar o máximo do tempo em Londres, mas também evitar longas caminhadas
  • Vamos sempre para restaurantes que tenham pratos bem adaptados à experiência gastronômica (e ao bolso) que vocês quiserem!

 

O que não está incluído nos tours?

  • Ingressos: Em alguns desses tours nós recomendamos entrar em algumas atrações que são fantásticas – mas são pagas e o valor do ingresso precisa ser pago à parte. Eu envio o link para pagamento direto com a atração. Eu posso acompanhá-los sem custo (e a visita fica muito mais interessante com guia!). Isso vai estar sempre pontuado no material para cada tour!
  • Transporte: O tour é feito em geral a pé e em transporte público, como metrô e ônibus, que são uma atração turística em si aqui em Londres. Porém o deslocamento não está incluído no valor do tour, mas eu sempre vou explicar logo no primeiro dia com vocês como comprar o Oyster, o cartão de transportes de Londres, bem sobre como usá-lo e os valores a serem gastos por dia.
  • Alimentação: O valor da refeição não está incluído no tour, mas eu costumo incluir lugares bacanas para comer em todos os lugares, e sempre de acordo com os seus paladares/bolsos. Isso inclui pubs interessantes, restaurantes diferentes, enfim, experiências gastronômicas do jeito de vocês.

 


Sobre preços:

 

Eu achei o preço dos tours um pouco puxado. Porque é esse valor?

Eu entendo que a conversão em reais fica puxada! Acredite, entendo mesmo!! 🙁

O problema é que eu não tenho muita margem para dar descontos… Como eu moro aqui e presto serviços aqui (em outras palavras, eu pago as contas aqui também!), eu preciso arcar com despesas da atividade de guia em si, impostos de prestação de serviço, taxas de credenciamento, meu transporte, seguro profissional, bem como o próprio custo de vida aqui. Então, esse valor cobrado segue uma tabela que não é só minha, é o valor acordado pela Associação Britânica de guias de turismo certificados no Reino Unido e considera o mínimo que permite viabilizar o negócio (e a vida) como guia. 

Então ao dar descontos eu não consigo fazer com que as contas fechem depois, e meu trabalho fica simplesmente insustentável. 🙁

O que poderíamos fazer seria optar por um tour mais curto, de 4 horas, ou tentar encaixar alguns locais num tour num dia só (mas tenha em mente que para fazer isso precisaremos cortar algumas coisas do roteiro original para dar tempo e otimizar o dia). E daí faríamos apenas um dia só. Isso ajudaria? Se sim, mande uma mensagem para a gente falando sobre o roteiro que você mais gostou e conversamos daí!

 

O preço é o mesmo se eu estiver fazendo o tour sozinha?

O preço que eu divulgo em cada página de tours segue a tabela de guias credenciados daqui de Londres, que é pelo período (4 ou 8 horas) e pelas datas (alta temporada ou não). Na prática,  para o guia, pouco importa se tem 3 pessoas ou 16 fazendo o tour, uma vez que a quantidade de horas trabalhadas é a mesma. Então, por exemplo, se um grupo ou uma pessoa sozinha contrata o tour de 8 horas, é cobrado o mesmo valor pela diária, que são os valores de tabela porque é o que nos permite pagar os custos (não só o custo de vida daqui, mas as horas trabalhadas na montagem do roteiro de vocês, na assistência a dúvidas, em materiais que são utilizados em tours, impostos locais, etc).  

O que o tamanho do grupo influencia é na logística do próprio tour: como entrar em atrações especiais com grupos grandes, planejar horários, reservar restaurantes (fica mais complicado achar lugares para comer para grupos maiores, por exemplo). E isso é um serviço que eu vou fazer durante no planejamento do tour de vocês para tentar tornar tudo mais fácil, mais fluido, e aproveitar o tempo.

 

Há um desconto se eu contratar tours por vários dias?

Infelizmente não – e explico o porquê! Isso acontece porque, diferente de produtos em que o custo de produção é quase o mesmo e há margem para dar descontos na compra de mais de um item, o tour é um serviço, e tanto os custos de organização do tour como as taxas e impostos pagos são os mesmos por cada diária. Daí, ao dar um desconto, a conta simplesmente não fecha e meu trabalho não consegue se sustentar por muito tempo!

 


Sobre formas de pagamento:

 

Como posso pagar?

Assim que você decidir a data e o passeio escolhido, eu envio um email com um link para pagamento de 30% do valor total do tour como reserva de data. Esse link eu gero numa plataforma de pagamento chamada SquareUp (que é bem mais simples que o Paypal e totalmente segura!)  e é pago com cartão de crédito como qualquer compra online). 

O restante deve pago ao final de cada dia do tour. Mas nada é engessado, podemos conversar sobre outras formas de pagamento se vocês preferirem.

 

Posso pagar tudo integralmente no cartão de crédito?

Pode sim! Basta me avisar e eu posso gerar o link para você. Só tenha em mente que eu preciso cobrar o adiantamento de 30% do tour no ato da confirmação da reserva – e o restante pode ser gerado até um dia antes da data do tour de vocês!

 

Posso pagar tudo integralmente em dinheiro?

Pode pagar em dinheiro sim, mas só consigo fazer a reserva da data com o adiantamento de 30% (que geralmente é feito no cartão mesmo). Então pelo menos esses 30% seriam no cartão, porque é com esse adiantamento que eu consigo fechar a data para vocês (o que é importantíssimo em épocas de alta temporada!) e também me permite que eu já comece a trabalhar na preparação do roteiro! 

O restante pode ser em dinheiro mesmo! 

 

Você tem conta do Brasil? Posso pagar em reais?

Infelizmente eu não tenho como receber dinheiro em conta no Brasil porque não tenho mais residência lá!

 

Eu fiz um pagamento pelo cartão de crédito mas meu cartão não foi aceito. O que pode ser isso?

Pode ser que você precise liberar o cartão pelo banco antes de fazer o pagamento (geralmente basta ligar para a central do cartão de crédito). 

Isso pode acontecer porque alguns bancos tem algumas procedimentos de segurança extras contra fraude. Como você estará fazendo uma transação em moeda estrangeira, eles podem bloquear automaticamente a transação se considerarem “suspeita” por você ainda estar no Brasil, não fazer esse tipo de compra com frequência, etc.

Tenta ligar para a central de atendimento do seu cartão ou para o gerente da sua conta avisando da transação, e tenta de novo para ver se vai! Se continuar dando problema, me avisa que pensamos outra forma!

Leave a Reply: