Olá! Meu nome é Clarissa Donda e moro em Londres desde 2014. Sou jornalista, blogger e agora guia brasileira de turismo. Estou estudando no momento para me certificar como Blue Badge Guide, a mais alta certificação para guias de turismo aqui em Londres.

Eu venho escrevendo sobre viagem há alguns anos no blog Dondeando por Aí. A marca “Dondeando”, aliás, é uma brincadeira com o meu sobrenome (Donda) e a expressão “por onde ando”. 🙂 Mas também escrevi para revistas e websites como Expedia, Visit Britain, MasterCard e Viaje Mais.

Eu criei o Dondeando Por Londres recentemente como um espaço para eu focar todo o meu conteúdo referente a Londres, promover meus tours privados por esta cidade e escrever sobre todas as dicas, história e aprendizados que eu venho tendo por aqui, guiando pessoas todas as semanas.

Você também pode saber mais de mim seguindo a coluna Diário da Donda, onde eu falo sobre minhas experiências como guia, achados fantásticos que encontro por aqui e referências bacanas que eu aprendo (porque sharing is caring, né?).

 

Um pouco da minha história

Eu sou carioca, nasci na década de 80 e morei minha vida toda no Rio, exceto por um período de um ano e meio em que morei em Recife. Até hoje trago dessa época alguns amigos muito queridos e a certeza de que minha certidão de nascimento pode até constar Rio de Janeiro, mas meu coração é pernambucano.

Sou jornalista de formação, mas trabalhei por muitos anos no mundo corporativo como Country Manager ou Communications Manager. Trabalhei também com treinamento, e sou muito grata a estas experiências, porque me permitiram desde sempre viajar bastante. Tive a oportunidade (embora eu chamaria de privilégio) de poder visitar várias cidades do “interiorzão” brasileiro, que me encantaram sobremaneira, e me ensinaram muito sobre o meu país. E sobre mim, também: aprendi que sou brasileira de doer.

Também viajei muito para o exterior, primeiro a lazer, depois a trabalho. Muitas dessas experiências eu conto no meu primeiro blog, o Dondeando Por Aí.

Em 2009, porém, aconteceu algo que eu considerei como um divisor de águas na minha vida: eu sofri um acidente de carro, e foi ter passado pela recuperação que me deu forças para correr atrás de novos caminhos para a minha vida. Larguei um confortável emprego de gerente de comunicação e passei a trabalhar solo, exclusivamente com conteúdo de viagem. Foi uma época muito especial, onde conheci amigos maravilhosos. Foi também quando eu conheci o meu atual marido.

Nos casamos em 2014 e eu me mudei para Londres. E porque Londres é uma cidade fantástica (e cara) eu precisei voltar ao emprego estável. Mas ao invés do mundo corporativo, fui trabalhar com o universo inovador e pressurizadíssimo das startups e empresas de tecnologia. Outra mudança de carreira deliciosa que me deu a possibilidade de conhecer um universo fascinante de pessoas, metodologias, iniciativas, empreendedorismo. Virei geek, nerd – e adorei.

Mas tinha alguma coisa faltando. O que eu gostava mesmo era de pessoas, e de contar histórias.

Daí em 2017 aconteceram algumas mudanças na minha vida; algumas eu planejei, outras que não, e ambas me tiraram do eixo do mesmo jeito. Era um bom momento para criar outro divisor de águas para mim. Eu sentia falta de mergulhar no novo, estava precisada de profundidades, e Londres, cidade inesgotável que é, me fez cair a ficha de que eu estava no lugar certo.

Me qualificar como guia de turismo, então, foi uma evolução natural no meu caminho, e como uma apaixonada por história, arte, cultura, design e pessoas, eu decidi que queria oferecer tours que fossem o mais aprofundados possível nesses assuntos. Queria ir além do mainstream turístico.

Por isso, senti que precisava primeiro aprender e treinar muito (#controlfreak, sou dessas). Comecei a trabalhar como guia de turismo para uma empresa aqui em Londres especializada em tours educacionais sobre startups, varejo, sustentabilidade, história. Comecei dando tours em inglês, para ingleses. E depois para alemães, italianos, espanhóis, chineses, malaios… para o mundo todo!

Ando sobrevivendo: já são alguns meses de tours para estudantes e famílias, e já até pingaram palavras de amor bacanas no Trip Advisor aqui, aqui e aqui. São as primeiras boas certezas de que, mais uma vez, eu estou no caminho certo. Nada fácil, mas certo.

Além disso, comecei o curso de capacitação para a certificação Blue Badge agora, em 2017. Serão 18 meses estudando a fundo todos os aspectos da Inglaterra e de Londres, de agricultura à arte, de arquitetura à história da realeza, das legislação até a economia. É uma quantidade assustadora de material para estudar, mas extremamente interessante, e tenho dividido alguns relatos do que tenho aprendido por lá aqui.

Curiosidade: não sei se vocês perceberam, mas minha cor preferida é amarelo – e descobri que é uma ótima cor para ser guia, fácil de se avistar. Então vocês devem ver ainda muitas fotos minhas de amarelo! 🙂

É isso. Vocês podem falar comigo através do Instagram, do Facebook, por email e aqui pelo site.

2 COMENTÁRIOS

  1. Gostei, Donda. Eu e minha mulher somos um casal idoso (78 e 68), de boa saúde. Além de Londres na sua brilhante companhia, eu lhe pergunto sobre a possibilidade de turismo cultural, especialmente, um pequeno curso sobre Shakespeare, incluindo visitas a castelos, na Escócia, em Edimburgo etc. Nosso inglês é razoavel para ler, não muito bom para ouvir ou falar. Mas eu já andei lendo Shakespeare, mesmo em inglês. Gosto de turismo para aprender coisas novas, não só para ver… Se tiver sugestões nos avise, por favor. Um abraço. Mauro e Teresa.

    • Olá, Mauro, tudo bem?

      Fiquei muito feliz com sua mensagem e será um prazer receber vocês aqui! Eu enviei um email para você para saber mais – por favor me avise se recebeu! 🙂

GOSTOU? DEIXE SEU FEEDBACK!

Por favor, deixe o seu comentário! :)
Por favor, escreva seu nome aqui