Em termos de onde se hospedar em Londres, South Kensington é uma das melhores pedidas, especialmente para famílias. A região costuma ser bastante movimentada por ficar perto de três dos principais museus da cidade: o Victoria & Albert, o Museu de História Natural e o Museu de Ciências (esses dois últimos, aliás, recomendo como uma ótima pedida para quem tem filhos pequenos e curiosos, que gostam de mexer em tudo). E o plus: todos esses museus são ótimos e gratuitos – veja os horários menos cheios para visitar cada museu!

Além disso, a região costuma ficar bem cheia de gente (mas de uma forma animada e não insuportável), especialmente nos cafés ao redor (tem várias opções de cafés, pizzarias, restaurantes de tapas espanholas – inclusive, escrevemos sobre alguns deles aqui).

E basta uma caminhadinha curta para chegar no Hyde Park e ver o belo Albert Memorial, bem como ir ao Royal Albert Hall, uma das principais e mais luxuosas casas de apresentações de Londres (se você tem alguma ingresso para um show que vá acontecer por lá, melhor ainda!).

Se você escolher se hospedar em South Kensington, veja onde estará em relação ao resto de Londres:

O metrô

A estação de South Kensington costuma ser bem movimentada na maior parte do dia, até por conta dos museus ao redor. Mas é bem conveniente, porque é um hub que conecta 3 linhas: a amarela (Circle), a District (verde) e a Azul marinho (Picadilly). Isso significa que, para a grande maioria das principais atrações que você deve querer visitar em Londres, quase não será preciso fazer baldeação na ida ou na volta.

Acho essa dica consideravelmente importante para quem já comenta comigo que é meio “perdido” na hora de fazer a troca entre as plataformas. Ou, como foi no caso da minha experiência ao estar com minha mãe, foi mais cômodo para ela, que não fala (ou lê) inglês e se sentia insegura na hora de fazer baldeações grandes. Além disso, era menos escada para ela subir e descer.

Há uma comprida passarela subterrânea que leva da estação de metrô aos museus, e para pegar a saída certinho é só seguir as placas. Você não precisa necessariamente usar esse túnel (acho que a vista ao ar livre é sempre mais interessante!), mas ele  é bem útil para os dias em que chove muito ou venta bastante!!

Vantagens

Ponto conveniente, tem conexão com três linhas de metrô (menos baldeações), a área é cheia de cafés e restaurantes, bem residencial. Fica a 14 minutos a pé da Harrods (e a pouquinhos minutos de metrô, sem baldeação!).

Quem chega ou vai embora de Londres pelo aeroporto de Heathrow não precisa nem fazer baldeação, e só ir e voltar do aeroporto de metrô pela linha Piccadilly.

Desvantagens

O preços de hospedagem podem ser um pouco mais salgados, já que se trata de uma área nobre e bem conveniente.

Um aviso importante: por causa dos museus, há uma grande circulação de pessoas, e especialmente de crianças, na estação de metrô e nos museus também. Veja bem, isso não é uma desvantagem e nem um problema em si, mas considere que é comum haver várias excursões de escolas levando as crianças para os museus ao mesmo tempo – e como só há um acesso, a entrada e saída das estações pode ficar bem lotado nessas épocas. Pode ser um complicador para quem vem com carrinho de bebê, por exemplo!

Acessibilidade: os museus tem entradas adaptadas, mas infelizmente a estação de metrô de South Kensington não. 🙁 Uma dica é se hospedar próximo à estação de Earl’s Court (que tem entradas adaptadas até a plataforma) e de lá pegar um ônibus para os museus (todos os ônibus tem acesso e espaço para cadeirantes). O trajeto é em torno de 7 minutos!

Bom para quem

  • Quem chega ou sai de Londres pelo aeroporto de Heathrow e quer chegar no hotel de metrô, sem baldeação.
  • Vem com família, especialmente com crianças pequenas
  • Quem ama museus!
  • Quem quer ter uma variedade boa de restaurantes e cafés ao redor.

Dicas: Quem gosta ou trabalha com design ou moda vai gostar de visitar muito o  museu Victoria & Albert. E para quem vem com crianças, o Museu de História Natural geralmente monta um rinque de patinação no gelo durante o inverno (que é um dos mais bonitos da cidade!) e abre o acesso ao seu jardim no verão, que é bem interessante!

Rinque de patinação no inverno, ao lado do Natural History Museum – lindo de se ver!

Não indicado para quem

  • Quer agitação ou noitada.
  • Quer hospedagem baratinha.

Onde se hospedar

Hotéis mais em conta ( até £150 a diária):

Vale dizer que o que eu me refiro a “hotéis mais em conta” são diárias entre 100 e 150 libras, já que essa região não é exatamente a mais barata da cidade. Mas já dá para encontrar hotéis confortáveis com boas ofertas. Um exemplo é o DoubleTree by Hilton, hotel quatro estrelas que fica na Queen’s Gate, que fica a seis minutos de caminhada da estação, e bem pertinho do buxixo dos museus e cafés onde tudo acontece. É silencioso, confortável e volta e meia tem ofertas interessates em torno de 116 libras a diária. Outra opção é o Gainsborough Hotel, que fica na mesma rua, só que ainda mais perto do museu de história natural. Eu acho a decoração meio antiga e o café da manhã não é lá essas coisas, mas se você não liga para isso, o hotel tem uma localização bem boa, o café da manhã é opcional e o que não falta são cafés interessantes por perto. Os preços são bem mais em conta também, em torno de 106 a diária.

Para quem gosta de pesquisar uma boa barbada, eu recomendo conferir como quem não quer nada as promoções do Radisson Blue Edwardian: o hotel é luxuoso – combina a experiência e o serviço da rede Radisson num casarão inglês tombado como patrimônio histórico – e sempre tem umas ofertas interessantes no Booking, com diárias para casal em torno de 140 libras a noite. Eu fiquei num hotel da rede na Islândia e gostei muito desde então: os quartos deles tem luxos gostosos como lençóis de 350 fios e uma cama deliciosa (eu tenho dor nas costas e não é qualquer lugar que eu durmo bem, logo esse foi um ponto positivo).

Outra boa opão é o The Rembrandt hotel, que fica em frente ao museu Victoria & Albert, pertíssimo do metrô e um quatro estrelas super confortável. Também é outro que sempre tem boas ofertas no Booking.com diárias abaixo de £150 libras, e uma boa dica é que o ponto de alguns ônibus de turismo fica bem na porta do hotel.

Estação de Gloucester: do ladinho, e com hotéis em conta 

Se você estiver vindo para Londres na alta temporada e não tiver muitas ofertas ou vagas nos hotéis em South Kensington, considere olhar as opções próximas à estação de Gloucester Road, que é super perto de South Kensington (fica a 8 minutos a pé do Museu de História Natural) e é servida das mesmas linhas de metrô (azul, amarela e verde). Ela é menos movimentada que a vizinha em termos de quantidade de pessoas passando todo dia, e ainda tem a mesma aura residencial e tranquila (com bons pubs e cafés aqui e ali para conveniência).

Ótimas opções ali perto: o The Harrington oferece cozinha equipada em todos os quartos, e é ótimo para quem vem com família (e volta e meia tem ofertas de diárias abaixo de £150), e o Millenium Gloucester Hotel tem quartos espaçosos e diárias bem boas. Eu conheci esse hotel porque trabalhei com um grupo de 16 pessoas que se hospedou ali e eles gostaram bastante. Para quem quiser opções mais luxuosas, há o The Bailey’s Hotel (que tem bons preços para quartos individuais, uma ótima pedida para quem está vindo sozinho).

Interessantes e intermediários (até £200):

Acho o The Pelham Starhotel Collezione um excelente custo benefício, já que é um hotel boutique numa faixa de preço abaixo do normalmente cobrado pelos luxuosões do bairro. O hotel é no estilo “villa”, ou seja, os quartos e ambientes são decorados como se estivéssemos numa casa, e é uma boa pedida para os gourmets, já que as refeições do hotel são oferecidas no italiano La Trattoria, estrelado pela Michelin.

Quem gosta de hotéis boutique pode curtir o Adria Hotel, instalado num casarão antigo e lindamente reformado. Os quartos são super confortáveis, decorados naquele estilo clássico inglês que a gente vê (e ama) nos filmes. A estação de metrô, os restaurantes e os museus ficam a 5 minutos a pé do hotel – e isso é uma vantagem, porque o hotel está instalado numas das ruas mais atrás do buxixo, o que significa uma localização silenciosa.

Mais luxuosos (acima de £200 a diária):

O The Ampersand Hotel  e o Kensington Hotel são os mais confortáveis e bem avaliados pelo Booking.com, especialmente em relação ao serviço, e muito semelhantes em relação ao perfil do hotel. Em ambos os casos, o edifício é um plus: prédios super clássicos por fora, e com uma decoração super moderna por dentro. Já o o Number Sixteen é mais modernoso, e um desbunde de lindo. Eles ainda oferecem um Afternoon Tea o dia inteiro que é servido no lindíssimo jardim de  deles (e, surpreendentemente, custa 22 libras por pessoa o menu mais em conta, bem menos do que eu esperaria num chá da tarde de qualidade, o que é uma ótima dica!).

Quem gosta de hotéis diferentões e criativos pode ficar no The Exhibitionist hotel (eu adoro ele e adoro o nome!). A decoração é toda divertida, luxuosa e excêntrica: espere bares multicoloridos (designers que amam decorações com pantones vão à loucura), manequins de pessoas e animais como objetos de decoração, paredes escritas/pichadas, e o mais surpreendente, tudo combinando de uma forma divertida. O serviço é ótimo e personalizado, e as crianças/adolescentes vão à loucura. O preço é proporcional à diversão, também (mas fique atento que às vezes tem boas ofertas nos quartos!).

O que tem para fazer ali perto (a pé)

Nota: todos os museus abaixo tem entrada franca, exceto algumas exibições especiais que são pagas à parte.

Museu de Ciências: Talvez o museu mais bacana para crianças (e adultos também)! O bacana desse museu é que praticamente toda a exibição é interativa, de modo que os pequenos podem mexer em tudo. Há exibições sobre o espaço (com curiosidades sobre os astronautas), sobre geração de energia, sobre invenções… É bem legal e super bacana para quem tem filhos naquela fase escolar em que ele está aprendendo sobre o mundo! Abre de 10 às 18 horas.

Museu de História Natural: museu enorme e lindíssimo, preferido das crianças. Tem uma área completa sobre dinossauros, sobre animais (extintos ou não), sobre insetos (bem lúdica, divertida e, argh, nojenta tambem!) e sobre o interior do planeta terra. Dica: é o museu que mais enche durante os fins de semana, tente ir durante a semana ou às 10 horas da manhã, assim que abre. Veja os melhores horários para visitar os museus! Abre de 10 às 18.

Museu Victoria & Albert: Um dos melhores museus de arte e design do mundo e, como eles mesmo se propõem, uma excelente sala de aula para quem estuda ou trabalha com moda, design, esculturas, figurino, entre outras coisas. Abre de 10 às 18 todos os dias e até as 22 horas nas sextas.

Royal Albert Hall: A casa de espetáculos mais imponente de Londres, eu acho! Vários concertos e shows acontecem aqui ao longo de todo o ano. Quem vem durante os meses de janeiro a março pode tentar comprar ingressos para assistir o Cirque du Soleil se apresentando aqui – foi disparado a melhor performance que eu já vi deles!

Royal Albert Hall, quando eu fui assistir a apresentação do Cirque du Soleil, Ama Luna

 

Kensington Gardens e Hyde Park: Os dois parques ficam um ao lado do outro e a uma linda caminhada da estação de South Kensington. Se estiver um dia bonito, não deixe de ir: aqui fica o Albert Memorial, uma linda homenagem da rainha Vitória ao seu marido que faleceu ainda jovem e o memorial à Princesa Diana. Ambos os parques são cheios de atividades durante a primavera e o verão, é onde rola o Winter Wonderland, entre os meses de novembro e dezembro.

Foto do Winter Wonderland à distância (Crédito da Foto: John Somerfield)

 

E andando mais um pouquinho, você chega à Harrods (loja de departamentos), Kensington Palace (residência oficial do Príncipe William, da Kate e das crianças, do príncipe Harry e, futuramente, da Meghan Markle.

Faça um tour em Londres comigo! 🙂

A melhor forma de conhecer Londres a fundo, com todas as suas histórias e segredos, é fazendo um tour privado. Eu monto tours especializados e divertidos para atender a toda sua família!

Confira alguns tours que já oferecemos, veja os depoimentos de quem já fez ou mande um email para a contato@dondeandoporlondres.com.br

Será um prazer receber você aqui! 🙂

GOSTOU? DEIXE SEU FEEDBACK!

Por favor, deixe o seu comentário! :)
Por favor, escreva seu nome aqui